domingo, 30 de março de 2008

Tenho Vários Defeitos, Ser Omisso Não é Um Deles.

Sou "bombardeado", Por Uma Infinidade de Convites,
Todos os Dias e Das Mais Diversas Formas Para Diversos Eventos.
Sinto Que a Boa Vontade Impera Nos Corações Alheios,
Mas Tenho Comentários e é a Isso Que Venho:

Lugar de Militar é na Caserna Se Não Vira Baderna.
Já Tivemos Essa "brincadeira" Aqui e Não Deu Muito Certo.
Seu Maior Feito Foi a Criação da "tortura à brasileira". Medíocre.

As Forças Armadas Ocupam Cinco Prédios na Esplanada(1).
O da Justiça Dois, o da Saúde Hum e o do Bem Estar Social Meio.
Tem Alguma Coisa Errada Nisso, Pois Estas Edificações Militares São Sustentadas Com Muito Dinheiro.
Defender Seu Ponto de Vista é um Direito. O Que Não Admito é Que Fabriquem Argumentos.

Toda Instituição Governamental, Tem de Ter Caráter Social, Por Mais "espartana" Que Ela Seja.
Sua Função Esta Definida na Constituição, Que Embora Mal Escrita e Pouco Lida é a Que Dita a Regra.

O Que Indgna é Que Com a Estrutura Que Possui Ela Deveria Ser Melhor Utilizada em Beneficio da Nação.
Aos Invés de Mobilizar Toda a Maquina, Para Retirar do Lar, do Trabalho, da Escola; o Jovem,
Afim de Que Preste o Tal Serviço, Com a Singela Explicação Que Este Visa "Formar Para o Futuro",
Seria Melhor Utilizar a "mão de obra"(2), Disponível no Mercado, Alocadas Nas Instituições Beneficentes.(carentes de apoio) ou Então Retirar Das Detenções Judiciárias Menores Infratores, Para Disciplina-los Como Apregoa a Organização Castrense.

Mas Também Causa Estupefação a Repetição Todo o Ano da Convocação de Atos Contra o Golpe(3)
de 31 de Março de 1964. Não Só Por Esta Tratar do Dia de Meu Aniversário, Mas Sim Pela Tremenda Desinformação e Ingenuidade de Quem a Organiza.
Há Quarenta e Quatro Anos(é tempo à beça) o Que Houve Foi um Colapso Institucional(4),
Fruto de Uma Legislação Eleitoral Boçal, Macabra e Fétida.
Tivesse Naquela Época o Instituto da Reeleição; JK Estaria Eleito e Não Teríamos a Sucessão de Problemas Que Ocorreram Posteriormente.
Pois em um Segundo Mandato no Auge da Popularidade e Com as Realizações Desenvolvimentistas do Período Anterior (não vou entrar no mérito da qualidade), a Instituição Democrática Sairia Fortalecida, Pois Juscelino Poderia Ser Grileiro, Mas Não Era Ditador e Nem Canalha.
Para Piorar a Regra Daquela Eleição Permitia Que o Presidente Fosse de Uma Chapa e o Vice de Outra,
Que é de Uma Estupidez Astronômica(5).
Quando Você Vota, o Faz de Acordo Com Sua Consciência e no Programa Que Esteja de Acordo Com Ela.
Não Importando o Demagogo Que a Defenda.
Janio Tentou Através de Sua Suposta(6) e Duvidosa Popularidade Dar um Ultimato no(e não ao) Congresso, Através de Uma Pérfida Ameaça(7). Proposta Que Foi Habilmente Desmontada Pela Câmara (rechaçando a manobra desonesta e aceitando a abdicação), Tendo Como Conseqüência a Defenestração do Até Então Presidente.
Ja a Posse de Jango Foi o Acontecimento Mais Estapafúrdio Que Ocorreu Nos Últimos Tempos Neste País (o que não é pouca coisa), João Era Fiél Herdeiro Político de um Ditador(8) e Tirano (Lembra?), Porém Nunca Foi Gaudério.
Não Tinha Representatividade Alguma no Congresso e Até Sua Proposta Política Havia Sido Derrotada Pela População. O Quadro de Colaboradores Era Escasso, Risível e Pouco Confiável(9). Tentou Criar Uma Condição Sustentável Através de Corporações Organizadas de Propaganda e Panfletagem Populista. Esse Mirabolante Apelo as Massas Não Surtiu Efeito. O Congresso(10) Não Cedeu.

Como é Que se Governa Assim?

Quando Dois Poderes Colidem
e o Terceiro Se Omite,
Só Resta a Guerra. (11)

O Problema é Que Goulart Acovardou-se, Ficou Com Medo e Pronto. As Fotos Estão ai Mostrando Aquele Olhar Distante e Semblante Assustado.
Com o Judiciário de "quatro" , o Congresso Dividido e Com Uma Bela Ajuda Externa(12) Começou o Reinado dos "Milicos". Porque os Repulsivos Arquitetos da Insurreição(13) no Congresso, Liderados Por Lacerda, Apesar da Bravata em Tempo de Crise, Eram Desprovidos de Coragem..

Ponto.

Seria Bem Melhor, Que Essa Energia Despendida Agora a Tentar Inventar Problemas em Instituições Constitucionais, ou a Protestar Contra Fatos de Quase Meio Século, Passassem a Exigir Respeito dos (e não aos, que não se dão) Poderes Constituídos. Isto é Mobilização.
A Começar Pelo Judiciário(14), Que Acaba de Eleger Para Presidente do STF (instância maior do poder) Alguém Que na Ausência de um Currículo Possui Uma Folha Corrida. Gilmar Foi Indicado Para o Supremo Com Processo em Andamento e Pasmem o Senado Dotado de Toda Vilanagem, Aprovou.
Não vi um Murmúrio Sequer Destes Defensores da Pátria. Nem Quando Num Ato de Arrogância Desprezível, Esta Mesma Casa Arquivou o Dito Que Moviam Contra o Seu Agora Presidente.

É Bom Que Ninguém Esqueça Que Impedimento Não é "Previlégio" só do Executivo, Assim Como Cassação Não é "Prerrogativa" só do Legislativo, Vale Para o Judiciário Também.

Cãriùá - TaTaRaNa
.
http://www.cariua.com/
.
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=564405
.
1) Que é uma Instituição com quatro divisões, o estado maior (meio sem sentido em tempo de paz), a marinha, o exército e a força aérea. Sua função é intervir nos momentos de crise, quando decretado estado de emergência, catástrofe ou sítio, só e quando convocado pelo executivo com a chancela do legislativo. Exemplo é a sua recente atuação na tragédia que ocorre no Rio de Janeiro, auxiliando no atendimento as vítimas da dengue. Resultado da gestão inescrupulosa da prefeitura (cujo seu chefe administra como se fosse uma divisão do império romano), associada a política eugenista (no sentido pejorativo) do governo estadual.

2) Não passa disso, a instrução fornecida, limpar um banheiro aqui, descascar uma batata ali,
e por ai vai.

3) Quando é rasgado o manto constitucional que agasalha a nação é golpe, revolução se faz na rua e com povo e não com tropa em quartel.

4) Guardada as devidas proporções e o momento histórico, é o que geralmente ARTUR VIRGILIO, AGRIPINO MAIA e CRISTOVAM BUARQUE, "maquinam" e tentam fomentar no senado.

5) Ou seja na vacância do eleito da proposta vencedora, Toma posse a derrotada. Vou dar um exemplo curtinho desta imbecilidade. FHC concorreu contra LULA, o vice de Fernando era Maciel e o de Luiz era Brizola. Leonel seria eleito com folga, pois Marquito não tem nenhuma intimidade com essa coisa chamada povo .
Já Pensou?

6) Conquistada a custa de muito dinheiro na famigerada campanha do "JanJão". Agregando votos de correntes contrariás para a mesma dupla. Foi a primeira coligação não oficial do estado brasileiro.

7) A famigerada "carta de renúncia", que resultou no maior "tiro pela culatra" de todos os tempos.

8) Getúlio, pra quem faltou na aula de história. Alguém lembra da data?

9) Foi traído por Amaury de quem era "chegado", e que já conspirava desde 1954.

10) Que é quem representa de fato e direito a maioria da população.

11) "Guerra é uma coisa muito importante para ser comandada por militares" Winston Churchill

12) Os arquivos sobre este período já são públicos(pelo menos lá), financiamento, patrocínio e apoio técnico do governo do estado norte-americano. Fomentando(palavra dúbia) a idéia de que a América e para(dos) "americanos".

13) No princípio era uma simples "quartelada", que acabaria na madrugada, com os devidos "pitos", pela insubordinação. Tomou fôlego com a falta de atitude e de resposta por parte do governo, nem eles acreditaram.

14) Que entre outras estripulias, instaurou nos aeroportos de médio e grande porte do território,
Tribunais Especiais de Pequenas Causas, com o intuito de para beneficiar a menos de 10% (DEZ), da população ativa. Funcionando ininterruptamente. Enquanto nos hospitais da rede pública 70%(SETENTA), dos habitantes são precariamente atendidos. Morre um avião por mês, por falta de assistência médica do estado.
Isto é ESCÁRNIO.
Que eu saiba má-gestão de dinheiro público dá cadeia a quem quer que seja,
que cargo tenha, ou a qual poder pertença.
.

3 comentários:

Anônimo disse...

Finito

Inês disse...

Adoro vc e td q vc escreve!
Continue assim...
Ines Aparecida Baptista do Nascimento - Brasília (DF)

Laís disse...

ser ommisso não é um deles?

depende do assunto..rsrsrs

beijão coroa